Quarta-feira, 27 de Fevereiro de 2008

Até onde a ignorância pode ir...

O episódio que vou passar a relatar passou-se há cerca de um ano numa aula de laboratório da cadeira de Engenharia de Software.
Estava eu a trabalhar no meu portátil equipado com Ubuntu , quando me surgiu um erro no código devido à falta de um ficheiro de configuração. Como na altura não entendi o erro, era a primeira vez que este me surgia, chamei o professor. Ele imediatamente identificou o erro, pega no rato e dirige o cursor para o canto inferior esquerdo do monitor. Quando verifica que não se encontra nesse canto o Iniciar do windows , diz:

- Onde tens o Iniciar?
- Professor, isto é linux . O menu está aqui. - Apontei eu para o menu do Gnome que se encontrava na parte superior do écran.
- Ah, mudaste a barra de sítio. Mas onde está o Iniciar?
- Professor, isto é linux. Não há Iniciar...
- Ah, ok! Então, vai aí aos meus documentos...
Nesta altura já ele me tinha passado o rato para as mãos.
- Professor, isto é linux. Não há os meus documentos...
- Então, vai à drive C.
Eu já desesperava...
- Em linux o sistema de ficheiros é diferente. Não há drive C. Explique-me só o que teria que fazer em windows para isto funcionar...


O senhor lá me explicou o que teria que fazer em windows e eu rapidamente consegui perceber o que era para fazer e fiz o equivalente no linux sem necessidade de aceder a "menus Iniciares", meus documentos e drives Cs...

Que o professor não estivesse à vontade com ambientes Unix, tudo bem. Ninguém é obrigado a usar e ter prática no mesmo. Mas um professor do IST, gestor de projectos (ou lá o que é!), pede-se pelo menos que saiba minimamente as principais características deste tipo de SO... Enfim.

Só me apetecia chamar-lhe nomes. Mas não deu.
publicado por Gifty às 11:32
link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De Carlos a 27 de Fevereiro de 2008 às 13:56
É de ficar estupidificado... como é que uma pessoa dessas pode ter habilitações para dar uma aula dessas!?!
O_o
De Mário Nogueira a 27 de Fevereiro de 2008 às 14:02
Quando eu por aí andei, Engenharia de Software era C em Unix... Bons velhos tempos ;)
De Bruno a 27 de Fevereiro de 2008 às 14:03
ah bom... pena que isto não é tão raro assim... a falta de formação de muitos professores (isto na área da informática) já irrita... não sabem explicar, não aprofundam melhor quando se dignam a tentar explicar alguma coisa, já está a virar moda...

Já apanhei alguns professores a olharem de lado para o linux também, sempre a responderem que se vão informar e depois dizem alguma coisa. o_0
De Rogério a 27 de Fevereiro de 2008 às 17:16
É uma realidade bastante triste. Muitos licenciados em engenharia informática saem do curso sem saber fazer um "ls"... o que é de todo caricato e põe em causa a qualidade dos mesmos. Uma coisa é não dominar linux, outra é ignorar a sua existência...
De Madril a 28 de Fevereiro de 2008 às 10:20
Tens que me dizer que professor foi para ver se não o apanho este ano :P

Por acaso o que apanhei esta semana nem se viu muito incomodado quando lhe perguntei se havia alguma limitação de usar o meu Mac para fazer o projecto.

Se calhar não é o mesmo professor.
De Pollux a 28 de Fevereiro de 2008 às 19:50
Esse é o exemplo prático que tiveste de que no técnico não são só supra-sumos e que actualmente a instituição vive mais à conta da fama que outra coisa.

Eu no teu lugar ficava feliz pois, afinal de contas está nas mãos de pessoal como tu fazer valer o nome (exagerado!) que o técnico tem no mercado de trabalho.
Quem anda à sombra da bananeira tem disto...

;)
De Paulo Aboim Pinto a 29 de Fevereiro de 2008 às 17:47
Se achas isto mau .. vê este...

Este episódio ocorreu em 1993 / 1994 (aproximadamente)
Estavamos numa cadeira (na universidade lusófona) de inteligência artificial a aprender a desenvolver em Lisp.

Infelizmente os computadores da altura tinham periféricos fracos e/ou as pessoas pensavam mesmo que batendo com os ratos na mesa o computador iria funcionar mais rapido, logo o rato não funcionava e tinhamos mesmo que dominar a técnica do teclado no Win 3.11.

Tinhamos uma duvida no código Lisp e perguntamos ao professor. Eis que ele vem todo lampeiro e pega no rato para apontar. O rato não funcionava, logo não respodia aos movimentos dele.

Solução do professor: Sem rato windows não funciona e por isso é que tinhamos o problema no nosso código Lisp..............


Quem era o burro e quem era o professor aqui?


Beijos e abraços
Paulo Aboim Pinto
http://winmoneywithinternet.blogspot.com/
De João Silas a 2 de Abril de 2008 às 19:30
- Alunos: Professor vamos dar este ano caixa mágica?

-Não, só softwares do office.

- Mas está aqui instalado, no boot

-Quem instalou isso? Já avisei que os pcs sao para estarem limpos! Não saquem coisas ao calhas.

Como quem diz, o SO agora virou aplicação windows ;)

Professor de tic atençao!

Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Yammer: O Twitter para as...

. O mundo muda a uma veloci...

. Alanis vs Per7ume

. Onde pára o dinheiro públ...

. Música: Top15

. A minha tese no Wordle

. Book Meme

. StartUp Manager

. Heróis do mar ameaçados.....

. A minha última compra...

.arquivos

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

.tags

. todas as tags

.Planet Geek

blogs SAPO

.Blog Pessoal de Sofia Floes